5 Mitos Sobre o Casamento Feliz

Casamento feliz, quem não quer? Seja que você esteja planejando se casar, ou esteja casa há muitos anos ou seis meses, eu sei que você quer. E eu posso garantir, após quase onze anos de casada, que casamento feliz existe SIM.

Photobucket

O que não existe é aquela meleca açucarada que os contos de fadas e as comédias românticas nos vendem. Eu vou contar pra você tudo o que sei sobre como ter um casamento feliz – e é claro que anos de experiência e aprendizado não vão caber num único post.

Um Casamento Feliz De Verdade

Começaremos nossa jornada examinando 5 mitos sobre casamentos felizes. Esses mitos são conceitos enganosos, que não refletem a realidade. O grande problema é que muita gente, quando se defronta com essas situações, não sabe como agir, pois não sabia que esse tipo de coisa faz parte de um casamento saudável e feliz.

Mito 1 – Não Há Brigas Nem Desentendimentos

5 Mitos Sobre o Casamento FelizOs contos de fadas e os filmes românticos acabam onde a vida começa. Neles, não há brigas, não há desacordo nem desentendimento. Acontece que tampouco existem toalhas molhadas no chão, pratos sujos, hipotecas e egos.

É absolutamente impossível que dois seres humanos vivam juntos, e não briguem. Num casamento saudável, as brigas tem seu espaço; os desentendimentos são discutidos e a raiva é expressada.

Claro que isso não significa que brigar o tempo todo seja saudável, ou que gritar um com o outro é aceitável. É preciso aprender a brigar com respeito pelo outro, a extravasar a raiva e o ressentimento de forma produtiva.

Mito 2 – Tudo é Perfeito

Além da inexistência das brigas, as pessoas pensam que num casamento feliz tudo é perfeito: quando um quiser falar, o outro sempre estará disposto a ouvir; quando um estiver carente, o outro dará colo; bastará pedir o que precisar ou desejar, para ser atendido; haverá consideração de um com o outro em todos os momentos; um sempre entenderá, compreenderá e apoiará o outro, etc.

Balela. Estamos falando de um casamento entre seres humanos, certo? Ninguém é legal, considerado, atencioso e disponível o tempo todo. Algumas vezes você irritará, desapontará e enlouquecerá sua cara-metade. E vice-versa.

Mito 3 – Sempre Rola Tesão

5 Mitos Sobre o Casamento FelizEste é um mito que apavora homens e mulheres. No entanto, é normal que hajam períodos (dias, semanas e até mesmo meses) durante os quais a libido de um dos dois, ou dos dois, esteja em baixa.

As causas podem ser muitas, desde stress até algumas doenças. Muitos desentendimentos entre o casal também não ajudam o desejo.

Caso a falta de tesão se extenda por um tempo prolongado, convêm procurar ajuda – médica ou psicológica. Mas é bom lembrar que o sexo tem seus ciclos naturais, e que um período de baixa libido não significa que o amor acabou ou que ele não se sente mais atraído por você.

Mito 4 – É Preciso Passar Todo o Tempo Possível Juntos

5 Mitos Sobre o Casamento FelizA suposição de que você vai querer dedicar ao seu parceiro todo o tempo livre do qual disponha é muito romântica. E uma reverenda idiotice.

Vocês vão passar por momentos nos quais não querem nem sentir o cheiro do outro, vão querer fazer coisas que não interessam ao outro, vão precisar de tempo em solidão ou com amigos/as.

Tudo isso “areja” e renova a relação.

Passar um tempo separados (seja algumas horas ou alguns dias) dá saudade, faz a gente lembrar dos porquês de ter casado com essa pessoa e perceber de quais coisas a gente sente falta.

Mito 5 – Se os Dois Não São Parecidos, o Casamento Não Funciona

5 Mitos Sobre o Casamento FelizAh, as almas gêmeas. Idênticas como duas gotas de água. Compartilham os mesmos interesses, os mesmo círculos de amigos, os mesmos gostos e desgostos. Que coisa tão…

…tediosa! Afinal, você casou com uma pessoa ou com seu próprio reflexo? Ter algumas coisas em comum é ótimo, mas as diferenças é que vão enriquecer a relação.

A não ser que essas diferenças sejam irreconciliáveis (e estou falando de coisas MUITO importantes, não do fato que você não suporte Axé e ele seja presidente do clube de fãs da Ivete Sangalo), elas ajudarão, e muito, a construir um casamento feliz.


Technorati : , , ,

© Deusario.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Nospheratt

Nospheratt é mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.
| Mais Nospheratt | Todos os textos escritos por

Receba atualizações por email!
Digite seu email:

No tags for this post.
tabs-top

19 Comentários em “5 Mitos Sobre o Casamento Feliz”

  1. Emilio says:

    Muito bom o texto, estou repassando pra uns conhecidos meus que estão a ponto de se enlaçarem =D

  2. Claudia Lyra says:

    Perfeito, Nospheratt! Depois de 21 anos de casamento, sinto na pele que cada um desses mitos são só isso mesmo: mitos. Adorei o texto!

    Ps – ah! meu casamento é quase sempre feliz… hauahuahauhauhau…

  3. Bia Cardoso says:

    As pessoas costumam idealizar bastante, muito além do que deveriam, esquecem que no fundo também vão errar e precisam viver com isso. Meu conselho foi favorito foi o de que a pefeição não existe. Porém, é importante lembrar as razões pelas quais se casaram, construir planos em comum e perceber o que é realmente viver com outra pessoa, caminhando lado a lado.

  4. Sam says:

    No final do mês completo 12 anos de casamento e posso confirmar todos os pontos que citou… mas é o amadurecimento da relação que nos leva a desmistificar este ideal e viver a realidade com felicidade.

  5. Bruno Alves says:

    Olá, Nosphie.
    Perto de completar vinte anos de casamento, em junho próximo, posso afirmar que todos esses cinco mitos já foram por terra e a relação continua, porque não somos só marido e mulher {ou cônjuges – êita palavrinha feia…}: somos amigos, parceiros, rimos e choramos juntos, temos sonhos ainda a serem realizados, já tivemos derrotas juntos, há um enorme respeito pelo outro…
    É isso que torna uma relação duradoura.
    Claro que momentos românticos típicos de filme/novela de vez em quando acontecem e quando vêm são deliciosos, tipo acordar, olhar de lado e pensar: “porra, como eu amo essa mulher” e logo em seguida dizer um “eu te amo, sabia?” com gosto e uma emoção que vem lá do inexplicável.
    Belo post, menina!! :)

  6. Daniel says:

    Interessante o seu post. Vou casar brevemente, e algumas pessoas próximas vivem dizendo que ela é diferente de mim, não tem os mesmos gostos etc. Não vejo problema nisto. Não quero viver com alguém igual a mim. Quero descansar da minha pessoa! Naquela série americana Seinfeld, O Jerry Seinfeld se apaixona por uma mulher que é exatamente igual a ele mas depois de alguns dias acaba descobrindo que se odeia.

  7. Bia Cardoso says:

    Esse post está fazendo sucesso! Nosph, aqui vai outro vídeo que acho tem tudo a ver com o Deusario:
    http://www.dailymotion.com/video/x26px5_daily-mail_ads

  8. P.I. says:

    Muito bom o post :D
    sobre o quarto mito gostaria de citar algo que falei a minha ex-namorada certa vez: “Não quero me tornar seu dia-a-dia, mas sim a melhor parte dele” algo do tipo ;p

    cya ;*

  9. Jefferson Dantas says:

    Meus caros amigos internautas, quando acontece tudo isto significa o fim. Não tem volta. É melhor procurar um advogado e retirar as alianças.

  10. Juliano says:

    Acrescentaria outro mito: a crise dos sete anos. Uma bobagem: se o amor não for cultivado e a tolerância com as imperfeições do outro não permanecer, o relacionamento implode em poucos dias.

    Abraços.

  11. Nospheratt says:

    Emilio: Boa idéia, acho que se eles levarem à sério se economizarão muitos problemas! ;)

    Claudia: Uai, o meu também, ahahaha! Às vezes eu tenho vontade de esganar meu maridão, e esses momentos não são extamente felizes, mas ambas sabemos que isso faz parte, né? ;)

    Bia: Exato. Todo mundo fica esperando aquela coisa que os filmes mostram como “amor verdadeiro” e aí a coisa desanda, as pessoas se frustram.

    Se a gente mesmo não é perfeito, como vai esperar que o outro seja? O que existe é isso aí que você falou; a vida real, uma convivência real com uma pessoa real. E isso é muito bacana, só que os dois precisam entender que perfeição não existe.

    Sam: Claro que o amadurecimento é vital; mas acho que se a verdade fosse mais difundida – em vez dos mitos do cinema e das novelas – as pessoas sofreriam menos, seriam mais felizes e amadureceriam mais rápido.

    Bruno: Belo comentário! Não tenho o que tirar nem pôr, a não ser parabenizá-lo por um belíssimo casamento! :)

    Daniel: Mesmo que você não se odeie, se encontrasse uma pessoa exatamente igual à você, provavelmente se entediaria em questão de dias. Não haveria mistério, nem surpresa, nem nada novo…

    O que importa mesmo é o respeito, o amor, as experiências compartilhadas, a compreensão.

    Ah, sim: felicidades! :)

    Bia: AHUAHAUHAUHA O vídeo é hilário! Muito obrigada! :)

    P.I.: Obrigada! Muito boa frase, muito boa mesmo. É um conceito excelente. :)

    Jefferson: Você tem quantos anos de casado?

    Juliano: Verdade. Quando a relação é saudável e bem cuidada, ela melhora com o tempo. Sejam 7, 14 ou 30 anos.

  12. JULIANO SOUZA says:

    A COMPREENSÃO É O MAIOR PILAR PARA UM CASAMENTO FELIZ.

  13. Janaína says:

    Nossa, estou passando por um momento delicado no casamento… mas mesmo assiim recomendo o casamento, porém, fazendo “ressalvas” parecidas com as suas…
    Adorei o post, ele é verdadeiro e o casamento é exatamente o que você disse!
    Nospheratt, me diga: como é o casamento depois que chegam os filhos, ou depois que chega o primeiro filho?

    Um abraço!

  14. graciene santaa says:

    Hoje, 21/03/2010, exatamente estou completando 12 anos de casada, e parei pra pensar. É isso mesmo? mas é sim, mitos, mitos, ainda bem que só são mitos. Temos que perdoar muitas coisas e esquecer que passamos por aquele desafeto. O amor SÓ não basta, tem que haver compreensão, paciencia e perdoar muuuuuuuuito.Mas foi muito bom ler essa materia. Me ajudou D+.

  15. Karoline says:

    A soma de um mais um, as vezes não é exatamente dois, somos tantos dentro de nós que quando juntos descobrimos essa imensidão de desigualdades, e isso torna a vida bela, meu casamento não deu certo ( dessa vez) por continuarei procurando a tampa torta da minha panela

  16. maria salete botura says:

    o que me incomoda em uma relaçaõ,e´ser comparada com outra pessoa.as manias,e o ritmo do outro.ter que dizer o que não me agrada.não tolero sr prisioneira de parceiro.

  17. Lili says:

    Tudo o que você disse nesse post é a mais pura verdade, e é por isso mesmo que eu estou fugindo de casamento! hahahaha
    Está certo que a outra pessoa não precisa ser igual a mim, mas também não sei se aceitaria uma pessoa extremamente diferente de mim, a ponto de criar um imenso abismo entre mim e essa pessoa. Um pouco de diferença entre os dois até que é bom, mas diferenças em excesso me irritam. Quando um rapaz fica me cantando, insinuando que eu seria a esposa ideal para ele e me pergunta se já sou casada, a resposta que tenho dado a eles ultimamente é: sou solteira, graças a Deus!
    Ando muito decepcionada com a covardia dos homens de hoje e com o sentimento falso que a maioria deles têm me demonstrado. Por isso estou querendo distância do amor, pelo menos por um bom tempo. No momento, amor verdadeiro pra mim, só o amor de Deus e da minha mãe. Uma vez um amigo meu da Índia me perguntou quando eu iria casar, e ficou chocado com as minhas revelações sobre o que penso do amor entre homem e mulher, deixei o indiano de cabelo branco! Confesso que eu ando muito amarga em relação a vida sentimental, mas eu precisava desabafar com ele naquele momento, já que somos amigos há tanto tempo, há quase 3 anos. Ele tentou de todas as formas me convencer de que eu estava errada, perguntou por que eu ando tão negativa, contou as histórias dos casamentos dos amigos dele e etc. Mas quer saber? Não dei muito crédito à teoria dele sobre o casamento, pois eu conheço o povo indiano, que aliás só pensa em casar. Ainda mais que eu sei que ele se lascou em seu casamento, o qual foi arranjado pelos pais, e não por ele, segundo a tradição indiana. No momento quero é ficar sozinha mesmo. Não sei por quanto tempo, só sei que quero aproveitar ao máximo a liberdade que a solteirice está me proporcionando.
    Mais uma coisa: desculpe pelo desabafo e pelo tamanho desse comentário, nada disso foi planejado, fui escrevendo conforme o sangue me subiu à cabeça. Desculpe mais uma vez.

    Lili

  18. caroline says:

    eu não sabia qe se podia ter um casamento feliz e viver assim eu estou imprecionadaah.

  19. adriana says:

    vou fazer em julho 21 anos de casada,tivemos varios momentos felizes, varios momentos tristes, a convivencia a dois é muito complicada, mas graças a Deus estamos juntos,cometendo acertos e erros,espero que continuemos juntos por mais 21 anos.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Mitos do Amor Intenso | Nossa Via: o conteúdo passa por aqui! - [...] Os mitos do casamento feliz são o tema do texto em que Nospheratt conta um pouco mais de sua …
  2. Mitos do amor intenso « A vida como a vida quer - [...] intensidade que exigimos do amor romântico na atualidade e Nospheratt me fez pensar em nós e nos mitos do …
  3. Como anda seu desejo? - Resgatando a libido | Tribos Online - [...] A sexualidade é riquíssima e dinâmica. E esta transformação que passa por varias fases, pode ser constantemente reinventada, tudo …