A Pegada

A Pegada
Photo Credit: Vanessa Buholzer

Foi-se o tempo que mulher queria um homem que a sustentasse, ou um homem que tivesse carro, ou algo do gênero.

Nós, mulheres, somos independentes, resolvidas, lindas, poderosas, e tudo de bom.

Então, o que esperamos de nossos parceiros?

Fiz uma rápida consulta às minhas bases, todas mulheres independentes e donas de seus narizes, e a reposta foi unânime: o que interessa é A Pegada! “O resto, a gente se vira e não precisa deles.”

Ahhh, A Pegada!

Como eu tenho ouvido falar nessa tal de A Pegada.

Eu definiria A Pegada como a capacidade de um macho de desarmar uma mulher. Pode ser com um olhar, com uma frase, com um toque. Enfim, com algum gesto que deixe a mulher naquela situação que na minha adolescência a gente falava: “me agarra, me pega, me joga na parede, me chama de lagartixa!”

E os homens tem isso ou não.

Não adianta conhecer aquele cara maravilhoso se ele chega na hora H e não tem A Pegada certa. Não há casamento ou relacionamento que dure sem o cara ter A Pegada.

Mas o que faria uma simples ação se tornar A Pegada?

Acho que em primeiro lugar o ser que conduz a ação. É preciso estar a vontade e seguro de si para dar A Pegada. Estar confiante no seu taco (com duplo sentido sim). Resolvido e poderoso tanto quanto a mulher que vai ser pegada.

E em segundo lugar, a Intenção por detrás da ação. O objetivo deve se mostrar além do próprio interesse, pois as mulheres farejam egoísmo de longe. A Intenção d’A Pegada é propiciar algo à mulher. E isso que torna A Pegada irresistível.

E em terceiro lugar, a ação propriamente dita. O ato de pegar. E isso varia conforme a imaginação do autor, não havendo limites e técnicas pré-estabelecidas. Varia de um para o outro. Funciona de uma mulher para a outra.

Mas todos sabemos qual a finalidade d’A Pegada: o prazer dos envolvidos.

Não é toda Pegada que vai dar em sexo. Algumas ficarão só no flerte. Outras não vão “pegar”. Outras terão efeitos apenas na mente da mulher atingida e ela nunca demonstrará que foi “pegada” de jeito.

Minha dica para os homens é que caprichem n’A Pegada. Ela é mais valiosa que diamante no mercado atual feminino.

E minha dica para as mulheres é que revejam suas defesas para serem pegadas de um jeito saudável. Para que suas defesas caiam apenas com gente legal. E que não se esqueçam que suas mentes são livres para fantasiarem o que quiserem.

Então? Vamos brincar?

© Deusario.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Liliana Pellegrini

Liliana Pellegrini é médica e blogueira, já fez um monte de coisas, já viveu muito, já foi para um monte de lugares e já viu quase de tudo.
| Mais Liliana Pellegrini | Todos os textos escritos por

Receba atualizações por email!
Digite seu email:

No tags for this post.
tabs-top

19 Comentários em “A Pegada”

  1. Carol says:

    Perfeito.. esse o O texto! adorei…
    Beijos

  2. Lu Monte says:

    Ah, “tem que ter pegada” mesmo! Essa frase é um clássico. Claro que não é um conceito absoluto – pra uma mulher, Fulano pode ter uma pegada maravilhosa e, para outra, parecer completamente insosso. Tem que ter química, também. :)

  3. hahaha… perfeito! eu tenho um draft aqui: “Para homens sem pegada”… Agora vou tentar terminá-lo logo. Vi que a situação é urgente na nossa sociedade. ;-)

    Parabéns pelo texto de utilidade pública!

  4. Johnny C says:

    mas me diz uma coisa… de que adianta ter A pegada? digo isso pq jah ouvi elogios sobre a minha, mas o problema com A pegada é que ela não é uma qualidade explícita e aparente. Tem que ter todo um contato ANTES. =p

  5. Johnny C says:

    e, pra variar, eu esqueci de selecionar o quadrinho pra receber novos comments no email =p

  6. Liliana says:

    Querido Johnny, se você tem A Pegada, fique feliz, sinta-se bem, e irradie essa confiança para fora. Os homens que tem A Pegada tem uma aura que desmontam as mulheres sem mesmo terem contato físico. É só confiar no seu taco. ;)
    Beijos!

  7. Johnny C says:

    vou tentar Li rs… estou aprendendo, aos poucos. 2008 promete! =)

    beijos e continue com os ótimos artigos (por mais que eu pule um ou outro no google reader, adoro todos aqui rs…)

  8. “o problema da pegada é que ela não é uma qualidade explícita”.

    Nada! Ela é explícita, sim, e as mulheres sabem muito bem perceber isso.

    É o jeito que você fala de outras pessoas (uma vez uma garota me confessou na cama que quis “dar” pra mim no momento em que eu falei de uma menina que dançava no grupo do Ivaldo Bertazzo), como você chama o garçom, como toca as primeiras vezes nela, como olha, como anda, como fala… É isso que mostra como sua PEGADA é, não quando você a empurra contra a cama, nada disso.

    A boa pegada começa numa coisa, cara: respiração. Experimente algo nos próximos dias: respire fundo sempre que se lembrar durante o dia PELO ABDÔMEN (estufar os pulmões é respiração de desespero). Lenta e profundamente pelo abdômen.

  9. Johnny C says:

    pelo abdômen? cara… essa é minha respiração normal O.o eu sempre vi todo mundo falando que isso era até errado, que o certo era quando você respirar o seu abdômen não não se mover e talz… (aliás, um dos motivos pelo qual eu tenho vontade de voltar pra academia é esse, afinal, a barriguinha de chopp ganha mais aparência com essa respiração…)

  10. Vee says:

    Falou tudo!

  11. sorvet says:

    tá blz concordo com todos mas digo também que depende da mulher se o cara tiver com uma mulher de boa que o dá atenção ele cada vez mais vai tentar fazer melhor agora se tiver com algém que nem liga pra situação ele vai fazer o mesmo só ´´garrar´´ por ´´garrar´´…UMA PESSOA TEM DE SE SENTIR VALORIZADA PARA DAR VALOR.É um jogo de troca…
    O que vcs acham mulheres?to certo?

  12. leoncio says:

    é verdade, broder, eu mesmo fiquei nessa situação, de garrar por garrar, e eu sei que não tenho a tal pegada, mas estou conhecendo uma garota que diz que o essencial é a pegada, o que faço? como faço pra adquiri essa tal pegada?

  13. SORVET says:

    uai cara num é uma coisa que vc planeja se vc ficar pensando d + nisso na hora vc vai se preocupar só com isso e seu bjo vai ficar uma ´´bosta´´ mas deixa rola principalmente se vc for namorado da mina tente conhece-la saber do que ela gosta …EX:já fiquei com meninas que gostavam de uma pegada na cintura deixava elas todas arrepiadinhas,mas teve outros casos em que a mulher se sentiu como um objeto e cortou todo o clima aí pra melhorar cara o papo tem de ser forte…mas aí tenta ´´investigá-la ´´ sem ela saber não pergunta muito vai no jeitnho senão perde a graça
    ATENCIOSAMENTE:SORVET
    FLW

  14. SORVET says:

    paro por aqui???

  15. Elias says:

    O que é “Pegada” as mulheres falam tanto sobre isso.

    E essa tal de “Pegada” não seria relativa para cada mulher?

    Então existe vários tipos de pegadas?

  16. Daniel says:

    Pegada é um assunto dificil de se falar … esse texto mostrou muitas coisas boas pois não existe essa de homem ser um robô mulher ser um robô que só gostão de uma coisa.
    os gostou mudão des dos 10 aos 15 vc gosta de uma coisa depois dos 16 aos 23 gosta de otra pois sua conciencia vai mudando. citei dos 10 porque aos 10 o até aos 7 é o começo

  17. Quirino says:

    Excelente texto! A pegada se sobrepõe-se ao mero interesse e diz de firmeza no ato de desejo impetuoso e preciso…

  18. cesare says:

    ter pegada é o homem se sentir seguro e conseguir conquistar uma mulher as vezes somente como o olhar.olhar penetrante.
    quando beija-la vai ao delirio e quando rolar a cma vai se o must.
    ela vai adorar…

  19. Rui says:

    Até à 10 m nem conhecia essa palavra (sou português) hehehe.

    Eu acho que a pegada se podia traduzir como admiração. E isso depende de mulher para mulher e da fase de vida da mulher…existem mulheres que se sentem super atraídas pelo corpo de um homem malhado outros por um homem super inteligente. Depende muito de mulher para mulher…ou seja não se afirmar que um homem tem pegada, só se pode afirmar se um homem tem pegada para aquela mulher naquela fase de vida.

    Claro que existem características que tanto homens ou mulheres têm que torna elas mais atraentes: confiança, integridade, sinceridade, etc.

    Existem depois aquelas coisas gerais que as mulheres acham como boa características para o seu parceiro: um homem resolvido profissionalmente, mais velho, mais alto, etc.

    Depois destas generalidades vem o aspecto individual de cada mulher que pode ir contra as generalidades.

    Concluindo a pegada é uma característica que depende da mulher e não do homem. O mesmo homem para uma mulher pode ter pegada e para outra mulher não ter pegada nenhuma.

    Um abração irmãos brasileiros,
    Rui

Trackbacks/Pingbacks

  1. Os bad boys se dão bem com as mulheres « Bobeira Virtual, Lixo Espacial Num Mix de Ficção e Realidade - [...] li em alguns posts, como esse, que a pegada independe de força física e sim de como o homem …
  2. Nada como uma boa pegada | »» Temptation Girls «« - [...] O texto completo pode ser lido aqui: http://deusario.com/2007/12/a-pegada.html [...]