O Pecado da Luxúria

Lilith - O Pecado da Luxúria

Luxúria. Um nome, incontáveis pecados…

Mãos que deslizam, pele suada, abraço arretado, beijos eternos. Saliva, línguas, pernas entrelaçadas, costas nuas, pescoço marcado, mordidas de leve, toques ariscos, pés que se encontram.

De quatro, de costas, de lado, como Deus manda e como o Diabo gosta. Animal, sensual, tântrico, virtual. No olhar, e ás vezes no telefone. Mas sobretudo, na imaginação.

Desejo, tesão, orgasmo, êxtase, glória. Abraço tranquilo, exaustão, carinho.

E no entanto, a luxúria não se restringe ao sexo. Ela vive nos lençóis de seda, no colchão profundo, no suéter macio.

Escorre no chuveiro, acariciando a pele nua com volúpia; acarinhando os cabelos cheios de espuma, percorrendo caminhos indecentes com o sabonete.

A luxúria adora se enredar nos cabelos: soltos ao vento, desgrenhados na cama, molhados da chuva. Ah, banho de chuva… transgressão de criança que alimenta a luxúria da alma.

A luxúria toma café da manhã na cama, com croissants recheados, pão quente recém saído do forno, café recém passado e ovos fritos. E suco de laranja, de maracujá, de manga… luxuriosas frutas da paixão.

E janta comida bem feita e abundante, regada à vinho, cerveja ou champanhe… E se deleita na sobremesa: chocolate, morangos com chantilly, cremes doces dignos dos deuses no Olimpo.

E come sorvete à qualquer hora, em qualquer dia do ano: com calda, com merengue, com pedaços de chocolate e frutas… Com uísque. Se você nunca provou sorvete regado com um bom uísque, por favor, não esqueça de apresentar essa delícia ao seu departamento de luxúria culinária.

A luxúria dança tango, flamenco e gafieira; lhe serve qualquer estilo que se dance bem de perto, coxas entrelaçadas, olho no olho. Sinuosamente.

Ela canta a plenos pulmões, qualquer canção que lhe cause prazer. Mexendo as cadeiras, erguendo os braços, varrendo o chão. A luxúria é puro prazer e só sabe de si mesma.

A luxúria se espreguiça no silêncio, nas bençãos de um momento em paz, na quietude depois da festa. E brinca como criança, rindo a não mais poder, sentada no chão e com as mãos suja de terra. Ela estende os olhos pelas paisagens belas, ouvindo o barulho do vento nas folhas, e dorme embalada pelo barulho das ondas.

Luxúria é o pecado de ser livre, de apreciar cada momento com toda a força da alma, de desfrutar a vida em plenitude, de saber que cada segundo é único. De não ter vergonha de ser feliz, nem de ser de verdade.

A luxúria é o pecado de viver o hoje, o agora, sem desperdiçar tempo. A luxúria é o pecado mais autêntico de todos.

© Deusario.com. Todos os direitos Reservados.
A cópia e reprodução não-autorizada deste texto está expressamente proibida.
Plágio é CRIME!

Nospheratt

Nospheratt é mulher por nascimento e vocação, irônica por diversão e hobby, brasileira inveterada, filósofa nas horas mais impróprias, blogueira de profissão, escritora e poeta pela pura necessidade de expressar seus oceanos interiores.
| Mais Nospheratt | Todos os textos escritos por

Receba atualizações por email!
Digite seu email:

No tags for this post.
tabs-top

29 Comentários em “O Pecado da Luxúria”

  1. Lucia Freitas says:

    a luxúria é um sorriso, este prazer imenso de ler um texto bem feito. que dá fome, dá tesão, pede pra gente sair do computador e agir…
    ô pecadinho bão este!

  2. escrever o que depois desse texto e desse primeiro comentário? bjs

  3. Nospheratt says:

    Lucia: Luzinha, muita obrigada! Eu só tentei escrever algo à altura dos textos de vocês… :)

    Veri: Que bom que você gostou, o apoio de vocês é uma fonte de felicidade que vocês nem imaginam! :)

  4. Johnny C says:

    definitivamente… se eu acreditasse em pecados (pra mim, são todos só características, não acredito em pecado =p ) diria que esse é o meu favorito. O melhor foi ler exatamente as outras coisinhas que geralmente são detalhes… as frutas, o sorvete (um dia provo o sorvete com uisque!!!), e tudo mais. ao contrário do pensamento “normal” de que luxuria é apenas sexo.

    e dou minha contribuição: a luxuria é o prazer de acordar num belo e quente dia de verão, se desvencilhando do lençol que cobre apenas o corpo e mais nada… sentindo na pele toda o sol esquentar quando se abre a janela.

  5. Johnny C says:

    (ops, esqueci de marcar pra ver novos comentários rs…)

  6. Nospheratt says:

    Com certeza, acho que pensar que “luxúria é apenas sexo” é desperdiçar muitos prazeres. ;)

    Muuuito legal sua contribuição, adorei. Espero que você volte e comente mais vezes! :)

  7. Johnny C says:

    opa! tá adicionado no google reader já =D voltarei muito mais vezes ;)

  8. Nospheratt says:

    :D Seja bem vindo, então! ^^

  9. Johnny C says:

    mas eu tenho que pedir desculpas =s tirando a PdH, to com a leitura dos feeds completamente atrasada!!! tenho mais de 200 posts esperando pra ler rs…

    beijos Nosph!

  10. Fenícia says:

    Olá querida autora. Que leitura fantástica a respeito da luxúria. Sou fanática por livros, já li muito, mas tenho que confessar que fiquei encantada com esse texto. Menina hj está chovendo, e deu uma vontade de sair correndo desse computador e começar a inventar mil coisas. Luxúria é tudo de muiiiiiiiiiiiiiito bom isso sim, bobos são aqueles que não aproveitam cada segundo da vida, pois ela passa rapidinho.
    Bjos no seu coração.

  11. Ana says:

    Vim parar aqui sem querer… numa pesquisa pra faculdade, que me levou a um site e depois a outro e a este aqui! Li seu texto sobre os 5 mitos do casamento feliz e resolvi buscar mais textos de sua autoria. Sinceramente, achei magnífico os outros que li, mas este é, sem dúvida, o mais gracioso e o mais real. Com certeza você deve ter ouvido críticas por esbarrar na hipocrisia daqueles que não assumem seus desejos e suas, com o perdão da palavra, “debilidades”. Mas com certeza emocionou a tantos outros que admitem sua imperfeição humana, e não se vangloriam de possuir uma falsa divindade.
    Pode ter certeza que este site e, principalmente seus textos, se tornaram parada obrigatória em minhas leituras. Estou ansiosa para ler sobre o Amor e a Ousadia.

    Abraços,

    Ana.

  12. Larissa França says:

    So peeeeeeeeeeerfect…

  13. Nospheratt says:

    Johnny C: Bem, eu tenho um lote de comentários para responder, posts para escrever, mais feeds para ler… Acho que ganhei! :P

    Fenícia: Nossa, gostei muito do seu comentário! “Sair correndo do computador e inventar mil coisas” é uma EXCELENTE idéia, tentadora mesmo.

    Vou me inspirar nisso e tentar passar menos tempo na frente do PC! Obrigada por comentar, volte sempre e continue compartilhando seus insights, sim? :)

    Ana: Fico muito feliz de saber que você gostou dos meus textos. Eu escrevo com a alma, procuro sempre compartilhar o que sinto, a minha experiência…

    E você tem razão. Qualquer mulher que diz realmente o que pensa, e faz o que realmente deseje, ouve críticas. Incluindo eu.

    Mas não faz mal, porque a gente acaba achando outras como nós, principalmente com a ajuda da rede, né? Seja muito bem vinda!

    Ainda esta semana o texto da Ousadia sai. Estivemos paradas durante um tempo, mas já estamos de volta com todo o gás! ;)

    Larissa: Obrigada, que bom que você gostou!

  14. Johnny C says:

    vamos ver… to com 600 e tralalá feeds não lidos o google reader, o blog anda desatualizadíssimo (pq eu só tenho mexido na infra dele, testando temas e plugins)… mas não tenho comentários pra responder. ok, vc ganhou =p

  15. Nospheratt says:

    Ahahahahahaah :D

    Cuidado com essa história de só tocar na infra, hein! Eu sei bem como isso vicia… ;)

  16. Johnny C says:

    nem me fala! dah uma olhada no testes!
    http://testes.proveisso.net
    só que pra subir aquele layout eu quero antes bolar alguma imagem pro blog pra colocar lá no título… o que vai demorar, pq eu vou precisar contar com a boa vontade de algum amigo, jah que eu não me dou NADA bem com edição de imagem =x

  17. Azagoth says:

    axo que isso é um ato maravilhoso umas das coisas mais preserosa concerteza é a LUXURIA.

  18. Nospheratt says:

    Johnny C: Não sei como estaria quando você deixou o comentário, mas acabo de passar por lá (pelo teste e pelo Proveisso.net) e gostei deveras do que vi! :D

    Só acho que alguns links estão um pouquinho escuros demais, mas o visual está lindo de morrer! Parabéns! :)

    Azagoth: Com certeza.

  19. Johnny C says:

    ih, os testes acabaram faz teeeeeempo deusa! http://www.proveisso.net mesmo rs…

    mas como eu falo pra todo mundo, o crédito é quase todo dos templates do WordPress e da Laila (colaboradora do site) e da @danimart que fizeram o logo atual, eu só fiz a adaptação do tema pras funcionalidades que eu queria ter por lá rs…

    beijos!

  20. Sandra says:

    Estava procurando alguma coisa q falasse da luxiria,qdo me deparei com esse texto maravilhoso!
    Luxuria é tudo de bom,e muito bom poder sentir ,degustar,vive-la,tudo q a vida pode nos dar ,o pecadinho bom hein!
    E bom ter o livre arbitrio de poder escolher as coisas boas como essa,mais o melhor mesmo e viver esse pecado!
    Adorei suas palavras,muito bom,me interessei de saber mais,quero ler mais ,conhecer mais sobre seu texto,vc escreve deliciosamente com sua alma,e profundo!Se os outros textos forem assim tão bons quanto a esse,sera otimo desfrutar algumas hrs de meu dia lendo-os.
    sucessos…

  21. carlos nunes says:

    A luxuria eh a luxuria, delicia e a MULHER,quando se revela. e da a si, os seus desejos: vazao;liberaçao;paixao;realizaçao.;trasnfomando o mundo dos setindos ela com o seu extase, nos completa com sua emoçao seu prazer nos concedendo uma viagem imensuravel.

  22. CACAU says:

    nossa, entrei p encontrar um texto legal p mandar p um ”amigo”mas este seu texto é lindo, maravilhoso!
    ai, como queria escrever coisas assim, com tanta sedução, paixão e ao mesmo tempo , delicado!
    voce escreve coisas maravilhosas, parabens!

  23. leona says:

    Amei.
    penso que este pecado se adequa a mim…
    Esta maravilhoso, parabéns

  24. Rute Alves says:

    Amei o texto,muito bom…

  25. Rute Alves says:

    Luxúria é o pecado de ser livre, de apreciar cada momento com toda a força da alma, de desfrutar a vida em plenitude, de saber que cada segundo é único. De não ter vergonha de ser feliz, nem de ser de verdade.

    A luxúria é o pecado de viver o hoje, o agora, sem desperdiçar tempo. A luxúria é o pecado mais autêntico de todos.

    Extraordinário…

  26. Thais (: says:

    obrigado!
    isso me ajudou no trabalho dos sete pecados capitais,que seria uma peça e eu teria que pegar uma fala sobre “luxuria”
    bjs!

  27. Wilson says:

    Adorei o texto mostra como todos nós de forma geral estamos vivendo na luxúria, mostra que mesmo aqueles que vivem na fé também estão pecando.
    Muito bom parabéns !!

  28. Nívea says:

    Amei o texto que pra mim é um POEMA! A luxuria é o pecado mais difícil de resistir, pois está no pensamento, no olhar, no corpo, no cheiro e etc…Sou temente à Deus, mas tá complicado de resistir à luxuria. bjs

  29. mauricio says:

    Se o amor fosse um sorvete, a luxuria seria a calda, sabor diferente, camada envolvente, diferentes formas de sentir prazer…

Trackbacks/Pingbacks

  1. Mulher e sexo aos 40 anos! | Tribos Online - [...] São extremamente cuidadosas, ao contrario dos homens, que mesmo os de 40 e 50 anos de idade, por opção …